* A Lenda do Relógio CUCO...




A casa não era tão grande assim, mas para nós era um palácio!

Que alegria arrumar nossas coisas e saber que agora teríamos um quintal nosso e até um cachorro.Enfim o clima era de muita alegria.

O dia foi muito cansativo e mais cedo do que do costume, fomos dormir.

Meus pais e minha avó ainda ficaram nos afazeres.

Deitei-me e em seguida já estava dormindo.Porém no meio da noite, acordei com o canto!

Mas que canto é este?

Prestei atenção, mas nunca ouvira algo igual.

De mansinho pé ante pé fui descendo a escada para ver o que era.

Sentia medo, porém a curiosidade era tanta!

O canto havia parado.Seria algum bicho escondido na sala?

Foi quando de repente a luz se acendeu

Menino o que estas fazendo aqui há esta hora?

-Era minha avó que dizia,

-Ora vovó ouvi um canto estranho.

Foi quando novamente começou.Chegou forte aos meus ouvidos;

-Cuco...Cuco...

-Ora menino é o Relógio do Cuco!

-Venha cá senta aqui um pouquinho que te conto a historia toda.

-Havia um pássaro muito alegre nas matas, cantava muito forte e era amigo de todos os outros.

Protegia os filhotes mesmo não sendo dele.

Quando presentia um perigo logo cantava bem alto mesmo;
Cuco Cuco
Todos ficavam alerta.

A bruxa que morava na mata também, andava muito brava com ele, pois com seu aviso, todo o bicho que caçava para suas bruxarias, escapava!

Que fez a malvada?

Aprontou uma arapuca e caçou o pobre Cuco!

Levou para casa e enfiou-o dentro de uma casinha que tinha na parede.

Todos procuram por dias e não acharam mais o pobre pássaro.

Mas percebendo que não conseguiria sair mais de lá, o Cuco teve uma idéia.

Mesmo preso iria ajudar a todos.Assim que a bruxa saia para suas maldades, ele abria a portinha da casinha e saia e cantava muito alto Cuco Cuco.

Era tão alto que todos ouviam e se preveniam.

Foi assim que apareceram depois vários Relógios Cucos.

Aguarde mais um pouquinho que você vai o ver cantar já.

E assim ouvi pela primeira vez o Relógio Cuco tocar na sala de minha casa.

Aprendi com paciência a escutá-lo marcando as horas.

Um canto para cada hora bem alto e mais fraco para a meia hora e apenas um sinal de canto para os quinze minutos.

Aprender a ler as horas é fácil.

Apenas preste muita atenção.

Existem vários tipos de Relógios hoje, comece pelo mais fácil,

Um Cuco, por exemplo, ou simplesmente um Relógio só com os números e siga os ponteiros.

Só sei que a Lenda da vovó serviu para me ensinar, espero que você também aproveite e aprenda rapidinho.

Cuco, Cuco
Anunciando que esta na minha horinha!

Marlene Cerviglierihttp://recantodasletras.uol.com.br/infantil/1012251

Um comentário:

  1. Sou palavra perdida no silêncio
    Gerada no ventre do Mar
    Grinalda de perdidos sonhos
    O passado do verbo amar

    Amei!
    Voar na chegada de cada Primavera
    Pintar de luz as cores do verão
    Pisei o tapete das folhas de Outono
    Acendi em cada inverno uma fogueira de paixão


    Convido-te ao encontro com o meu “Eu”


    Mágico beijo

    ResponderExcluir

♥ ♥ ♥ Fico feliz de te ver aqui, falando comigo!beijos,chica ♥ ♥ ♥