* Ih...as jararacas sumiram!!!


Contrabando (comércio proibido)reduz pela metade a população de jararacas encontradas apenas na Ilha da Queimada Grande, no litoral de São Paulo.

Talvez esta seja a única vez que você veja um exemplar dessa serpente (foto acima).

Trata-se da jararaca-ilhoa (Bothrops insularis), espécie encontrada apenas na Ilha da Queimada Grande, a 33 quilômetros da costa de São Paulo, em Itanhaém.

De acordo com biólogos, a jaracaca-Ilhoa tem um dos venenos mais poderosos do mundo.

Como não há roedores na ilha, essa serpente desenvolveu uma tática especial para atacar suas presas.

As aves são o prato principal e, para que eles não saiam voando após a picada, seu veneno é cinco vezes mais potente que o da jararaca comum (cuja dieta é à base de mamíferos ou ratos).

Na década de 60, pesquisadores descobriram na jararaca uma proteína que pode ser usada para a fabricação de remédios contra a hipertensão.(pressão alta).
Acredita-se que a toxina da ilhoa, ainda pouco estudada, seja capaz de produzir remédios muito mais eficazes para quem sofre de problemas no coração.

Por essa razão, e também por existir apenas na Ilha da Queimada Grande, o réptil é tão valioso no mercado negro.


Um comentário:

  1. Oi Chica!Nossa como é grande essa cobra,não?Muito interessante essa cronica,pois não sabia de nada disso e acredito que as crianças tambem não!Texto valioso!Bjs,

    ResponderExcluir

♥ ♥ ♥ Fico feliz de te ver aqui, falando comigo!beijos,chica ♥ ♥ ♥