* Som de Liberdade...




SOM DE LIBERDADE


Quando vejo passarinho

Cantando em uma gaiola

Pergunto para o seu dono
Porque não compra vitrola.



Passarinho nasceu livre
Pra viver na natureza

Ele abre seu biquinho
Logo espanta a tristeza.



Seja igual ao passarinho
Cante, brinque sem parar
viva feliz com os amigos

Pra liberdade saldar.



Quantas notas musicais

Você sabe solfejar

Dó, ré, mi, fá, sol, lá, si
Você já sabe cantar.



Então abra sua boca

Para sua voz soltar

Cante já a musiquinha
A que mais lhe agradar.

Mas não prenda o coitadinho

Ele precisa voar

Ele nasceu pra ser livre
Sua casa está no ar.


Clóvis Coelho Rocha

Um comentário:

  1. Linda e divertida poesia!Gostei muito dessa lição de amor e liberdade!Afetuoso abraço,

    ResponderExcluir

♥ ♥ ♥ Fico feliz de te ver aqui, falando comigo!beijos,chica ♥ ♥ ♥