* Eles também gostam de picolés...

Tanguinha e Else



O picolé da bicharada Sorvete está presente no cardápio dos animais do zoológico do Rio de Janeiro


Dia de sol, temperatura nas alturas, nada como um picolé para refrescar. Mas você sabia que tomar sorvete não é privilégio dos seres humanos?


Outros animais também degustam essa delícia.


Que o digam a ursa Trina, os orangotangos Tanguinha e Else, o chimpanzé fêmea Cássia e outros moradores do zoo do Rio de Janeiro. Essa iguaria faz parte do seu cardápio. Mas por quê?


Animais que vivem em cativeiro podem ficar estressados e entediados, pois esses lugares não oferecem muitos estímulos para eles.


Afinal, os bichos estão fora do seu ambiente natural, não caçam mais para se alimentar, o espaço que têm à disposição é o da área em que são mantidos...


Diante disso, os animais podem ficar deprimidos, o que é capaz de deixá-los mais suscetíveis a doenças.


Assim, os biólogos usam técnicas que tornam o ambiente mais estimulante. Uma delas é oferecer o alimento de uma forma diferente da que o bicho está acostumado. E é aí que entra o picolé.

A ursa Trina Para surpreender os animais na hora da comida, pode-se mudar o horário de servi-la, a quantidade e o tipo de alimento oferecido e até mesmo escondê-lo ou congelá-lo.


Essa última opção é a que faz a festa dos moradores do zoo do Rio de Janeiro.


Lá uma das receitas de sorvete usadas é simples: várias frutas são postas em um recipiente cheio de água, que é congelado.


Uma vez pronto, o sorvete é lançado para bichos como os ursos-pardos, tornando-se um desafio e um passatempo para esses animais.


“Para ter acesso às frutas que estão no meio da água congelada, o animal tem que raspar, morder, até conseguir retirá-las ali de dentro.


Além disso, em dias muito quentes, ele fica lambendo o sorvete, o que contribui para que continue hidratado”, explica a bióloga Débora Boccacino, responsável por introduzir essa técnica no zoológico carioca.


A chipanzé Cássia



Entre a macacada, porém, o sorvete servido é o tradicional picolé. Feito de suco de frutas sem açúcar, ele vem com palito e tudo.


Afinal, esses animais, ao contrário de bichos como os ursos-pardos, conseguem segurar essa delícia gelada pelo palitinho, igual a nós, já que têm muita habilidade com as mãos.


3 comentários:

  1. Que gracinha!!!!

    Olha, já actualizei o Newsletter from Lisbon, assim como actualizámos os dois a Poesia Viva, O Caminho do Coração ...

    Abraço,

    Isabel

    ResponderExcluir
  2. Como é bom ver e aprender com os animais, amando-os.bjs

    ResponderExcluir

♥ ♥ ♥ Fico feliz de te ver aqui, falando comigo!beijos,chica ♥ ♥ ♥