* Avião...



AVIÃO





Um dia um menino


Após horas olhando


O movimento no céu


Saiu com essa pergunta:


Será que posso voar?


Voar é para pássaro,


Menino, não voa não!



Ouvia a lengalenga


Dos adultos ao redor.


O menino não desistia.


Pac, pac, poc, poc...


Construiu um balão.


Voar é para pássaro,


Menino, não voa não!



Arara, biguá, guará,


Urubu voa? Homem voa?


O Brasil voa no balão


Leve e transparente,


Por sobre a Cidade Luz


Como bolha de sabão.
Voar é para pássaro,


Menino, não voa não!






O menino não desistia.


“O homem há de voar”


Promete o menino,


Alberto Santos-Dumont


Enquanto isso, ele crescia.


Pac, pac, poc, poc...


Construiu um avião.




Ana Marly de Oliveira Jacobino


5 comentários:

  1. Querida Rejane, um mimo esta poesia da Ana ! Amo ler poesias infantis e conhecer novos escritores. Depois vou visitar a escrivaninha dela lá no RL. Bjs e uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  2. Linda poesia infantil.Abraços e saudades suas!

    ResponderExcluir
  3. oI!
    To passando pra te convidar a ler o blog Codinome Folk.
    conta a história de um garoto 'comum' que vai descobrindo sua verdadeira identidade: um espião.
    confira todos domingos em Codinome Folk
    http://www.codinomefolk.blogspot.com/

    por mim e meu colega Guilherme Carvalho. vale a pena conferir ;)

    ResponderExcluir
  4. Caríssima Poeta Chica: que alegria ver a minha poesia postada no seu blog. Também convido você e seus leitores para conhecer o nosso blog em que divulgamos as poesias, os Saraus que acontecem na nossa cidade e região. E um blog que divulga a arte e a literatuta, e, com isso, os artistas, poetas e escritores. Obrigada ! O nosso blog é:www.agendaculturalpiracicabana.blogspot.com

    Ana Marly de Oliveira Jacobino

    ResponderExcluir
  5. Depois desse acontecimentos nao to muito confiante nao...hehehehe

    rorefro fica na terra mesmo...mesmo sendo boa fabula...

    bjao

    ResponderExcluir

♥ ♥ ♥ Fico feliz de te ver aqui, falando comigo!beijos,chica ♥ ♥ ♥