* O CARAMUJO PERSISTENTE...


O Caramujo Persistente.

Um caramujo perdido
Vive a se lamentar:
De seu viver escondido
Por andar a se arrastar.

Imaginando sua vida
Sua cadeia alimentar
Mais uma enchente sofrida
Tirou-lhe seu próprio lar.

Procurando pedra ou galhos
Onde possa se afirmar
Espera que o orvalho
Faça-o um pouco deslizar.

Coitado do caramujo
Só sente poeira e sol
Desidratado e bem sujo
Trilha em círculo o caracol.

Para rumos obscuros
O vento vai lhe levar
Pede o pobre caramujo
Um lago pra lhe salvar.

Já quase entregando os pontos
Ouviu um barulho intenso
Um aguaceiro imenso
Salvou-lhe como em um sonho.

Claro é imaginação
Mais dela nasce à canção
Nos corações dos poetas
Ideal, sonho e razão.

Goretti Albuquerque.
gorettistar

http://recantodasletras.uol.com.br/poesias/1638984

2 comentários:

  1. Bom dia,Chica!Linda sua postagem de hoje!A detruição da natureza contaminando os pobres caramujos!Bjs,

    ResponderExcluir
  2. Um doce de poesia querida Chica. Bela postagem. Bjs.

    ResponderExcluir

♥ ♥ ♥ Fico feliz de te ver aqui, falando comigo!beijos,chica ♥ ♥ ♥