* O Peixinho sonhador





O peixinho sonhador



Era apenas um peixinho

Cheio de escamas, bonitinho

Que gostava do céu olhar

Gostava de ver as nuvens

Tão quietas sobre o mar.

Ele olhava e as convidava

Para com ele brincar:


Ó nuvens de algodão

Tão cheias de solidão,

Algumas gordas, engraçadas,

Outras tímidas, encabuladas,

Nunca descem de onde estão.





Nem conhecem a emoção

De outra vida viver,

Desçam daí de tão alto Ousem!

Mergulhem num salto,

Pra um peixinho conhecer.

Será muito divertido



Pois não estou convencido

Do que disse o tubarão,

Que vocês são água pura,

Muito doce, só candura,

Posso crer na informação?



Ó nuvens embranquecidas

Tão distantes, tão queridas

Comigo venham nadar

E pra esse céu sem água

Não vão mais querer voltar.


Uma nuvenzinha atrevida

Aceitou o desafio

Nem pensou que sua vida

Estava só por um fio,

Desgarrou-se lá do alto

E do mar se aproximou



Mas com o calor do asfalto

A nuvem desintegrou

E gotinhas de água doce

Foi tudo o que chegou

Junto ao peixinho ansioso

Que chorou, chorou, chorou.


Historinha que eu invento pras crianças aqui de casa
(Hull de La Fuente)


Claraluna

3 comentários:

  1. Doce Claraluna!Linda demais essa poesia!Parabens pela postagem,Chica!Bjs,

    ResponderExcluir
  2. Quando dava aulas ,eu adorava criar histórias......que delícia !!!!

    ResponderExcluir
  3. ue poema mais fofo Chica ! Um mimo ! Gostei muito Bj com gotinhas de poesias.

    ResponderExcluir

♥ ♥ ♥ Fico feliz de te ver aqui, falando comigo!beijos,chica ♥ ♥ ♥