* Bicho Folha


Sentei debaixo de uma árvore,
estava alí descansando,
quando olhei para o chão
vi uma folha andando.

Mas isso não é possível,
nunca vi folha caminhando,
Ei!, para onde você vai?
fui logo lhe perguntando.

Eu vou dar um passeio,
ver alguma novidade,
aqui está muito parado
vou até o centro da cidade.

Mas, o seu lugar é na árvore,
é alí que você deve ficar,
que idéia estranha é essa
de sair prá passear?

É que eu não sou uma folha,
você não olhou direito,
eu só me pareço com elas,
o meu disfarce é perfeito.

Agora vou dar uma volta,
foi um prazer te conhecer,
quando passar novamente,
pare prá gente se ver.

JBROMANI

6 comentários:

  1. é lindo!!!!!e o bicho pau?A natureza é incrível.......

    ResponderExcluir
  2. Oi Chica, um amor de poesia, em versos melodiosos e criativos.Parabéns ao autor e a vc pela postagem. Bj com gotinhas de poesia.

    ResponderExcluir
  3. incrivel como a natureza se preserva, se protege e nos encanta...
    É incrivel como o homem, a destrói, a ignora e a espanta!
    bj

    ResponderExcluir
  4. João Batista tem um jeito particular de lidar com as palavras que nos fascina pela riqueza da viagem literária... Meu carinho e ti e a ele.

    ResponderExcluir
  5. Oi amiga que coincidência hoje ao sair da escola vi um desses adorei! lembro que quando criança e até hoje conheço o bichinho por "esperança" por ser da cor verde , rsrrs

    ResponderExcluir
  6. Isso despertou-me.
    Às vezes, vejo um bichinho destes no meu quintal em cerâmica e teimo em colocá-lo de volta nas árvores do vizinho.
    Quem sabe ele ou eles não gostam de dar um passeio assim?

    ResponderExcluir

♥ ♥ ♥ Fico feliz de te ver aqui, falando comigo!beijos,chica ♥ ♥ ♥