* O Lençol Assustador...



O LENÇOL ASSUSTADOR.
(Hull de La Fuente)



Lençol branco não me assuste,

sou criança comportada

E tu és um grande embuste

És só uma roupa lavada.


Lençol bobo, esburacado

Que no varal está secando

Com os olhos esbugalhados

Os anjos estão te olhando.



Com Papai do céu falei

Que você me incomodava

Ele riu e eu me acalmei,

Pois Deus disse que me amava.



Lençol, amanhã cedinho,

Quando eu me levantar

Tu vai estar guardadinho

Mamãe vai te remendar.


Claraluna
http://recantodasletras.uol.com.br/infantil/1815020


8 comentários:

  1. Querida Chica,

    É sempre uma alegria ver um texto meu em seus blogs. Obrigada. Deus abençoe você.
    Beijos,
    Hull

    ResponderExcluir
  2. Uma beleza.Claraluna é mesmo muito criativa! bjs

    ResponderExcluir
  3. que graça este blog,tenho bebe entao...adorei sementinhas para criançcas,pois estas sementinhas daram flores lindas na cabeçinha delas....bjossss
    vou seguir!

    ResponderExcluir
  4. é mesmo os fantasmas não existe né beijos do neno

    ResponderExcluir
  5. Excelente poema, bem criativo, muitos parabens

    ResponderExcluir
  6. Chica, é sempre um prazer vir aqui. À cada visita, um encantamento.
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Olá Chica. Seu blog é uma graça. Tudo nos convida a voltar.
    Parabéns, voltarei sempre.
    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  8. Oi Chica, muito fofo este poema da Claraluna. Bj.

    ResponderExcluir

♥ ♥ ♥ Fico feliz de te ver aqui, falando comigo!beijos,chica ♥ ♥ ♥