* Papai Noel nas nuvens




Despenca água do céu.
De qual nuvem ela sai?


Céu não seca.
Barro vira meleca.


Chuva cai e cai.
De qual céu ela sai?


Valinho vira rio.
Chuva chama frio.


Canoa cheia de céu.
Por que nuvem contente
Com tristeza de gente?


Casa molhada.
Canoa afundada.


Logo é Natal
Mesmo nesse lodaçal.


Nuvem, lá no céu,
esconde Papai Noel
da Lua tão gelada.


Noel adormece.
Nuvem estremece.


Ronco do Bom Velhinho
Empurra chuva, de mansinho,
Para o deserto do Saara.


Nuvem sorri de calor.
Agora serve de cobertor
Para fofo Papai Noel.


Parou de pingar o céu.
E casa volta a ser abrigo.
E chuva recolhe-se a seu umbigo .


Canoa emerge pesada de peixes.
Escamas resplandecem em feixes.


Nuvens vibram contentes
Com a alegria das gentes.


Papai Noel sorri em luz:
Nasceu o Menino Jesus
É dia de cantar Natal!


Irlan Rekrem


5 comentários:

  1. vc é ótimaaaaaaaaaaaaaaaaa... ui! que lindo..beijos..rosa

    ResponderExcluir
  2. Querida, obrigada pela rápida resposta sobre as joaninhas, eu as adoro.

    beijinho

    ResponderExcluir
  3. oi tia mausi gostei da poesia beijos do neno

    ResponderExcluir
  4. Chica,linda e emocionante esse Papai Noel nas nuvens!Gostei muito da poesia!Bjs,

    ResponderExcluir
  5. E tem chuvido bastante por ai menina Chica...

    Espero que você tenha dias mais quentes e ensolorados.

    Fique com Deus, menina Chica.
    Um abraço.

    ResponderExcluir

♥ ♥ ♥ Fico feliz de te ver aqui, falando comigo!beijos,chica ♥ ♥ ♥