* AS FORMIGUINHAS SÃO DIFERENTES



Zezinho voltava da escola.
Viu uma fila de formiguinhas.
Elas pareciam iguaizinhas.

Formiguinhas equilibradas e maluquinhas.

Zezinho parou e então viu.
Pertinho daquelas formiguinhas.
Elas não eram iguaizinhas.

Formiguinhas que iam e que vinham.

Zezinho percebeu a diferença.
Umas iam e outras vinham.
Havia até as maluquinhas.

Formiguinhas que trabalham e brincam.

Zezinho admirava as formiguinhas.
Umas carregavam folhinhas
Outras brincavam de maluquinhas.

8 comentários:

  1. Se pensarmos assim, também os seres humanos são diferentes, não só pelos traços físicos, mas a alma também...

    Fique com Deus, menina Chica.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pela visita ao meu
    blogue.Beijinhos/Irene

    ResponderExcluir
  3. Obrigada, Chica. Beijão no teu ❤! ;)

    ResponderExcluir
  4. Ola: Agora as Formiguinhas, deves gostar de todos os seres vivos, todos nos somos diferentes não há nenhum ser vivo ao cimo da terra que sejam exactamente igual.
    Um Beijo
    Santa Cruz

    ResponderExcluir
  5. Olá Chica!
    Uma linda mensagem passada nesse poema. Ele mostra que até entre os animais a diversidade. Cada um tem seu próprio jeito de ser e agir!
    Ameii!
    Li o poema que você recebeu em sua homenagem, mais do que merecido. Parabéns! E obrigada pelas suas visitinhas lá no meu blog e pelas suas mensagens que me deixam tão feliz.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Cada formiguinha com sua carinha... todas bonitinhas!

    Beijinho, Chica!

    ResponderExcluir
  7. Lindoooo...Amei vistar seu blog..beijosss Giselda

    ResponderExcluir
  8. Talvez as maluquinhas estivessem captando o canto das cigarras...

    ResponderExcluir

♥ ♥ ♥ Fico feliz de te ver aqui, falando comigo!beijos,chica ♥ ♥ ♥