* D.Aranha e aranhinhas...



Hoje era dia de festa
D.Aranha estava a passear
pela primeiura vez de uma fresta
com a família pode escapar...

Era o primeiro passeio
com toda a filharada
que andava sempre no meio
não queriam perder nada

Mamãe aranha queria
outros caminhos mostrar
ela sabia que teria
muito ainda a ensinar...

as aranhinhas danadas
aprenderam logo a lição!
à noite,já bem cansadas
dormiram num velho colchão

Como todos os filhinhos
 ficaram grandes, cresceram
assim, cada um, um pouquinho
da vida logo aprenderam...

Chica




Chegou o JOSÉ

E com uns fios fininhos
a aranha fez uma teia
para apanhar uns bichinhos
e dar aos seus filhinhos
eles ficaram de barriga cheia

Chega a Ana Marly

Aranha


Todo filho que se preza
Seja homem ou animal
Ama e respeita os pais
Doando um amor filial.

Por isso a filha ararinha
Querendo saber de tudo
Leva debaixo dos braços
Uma agenda de veludo.

Com canetinhas coloridas
Escreve tudo que ouve
Com paciência e atenção
Sentada num pé de couve.

12 comentários:

  1. E com uns fios fininhos
    a aranha fez uma teia
    para apanhar uns bichinhos
    e dar aos seus filhinhos
    eles ficaram de barriga cheia

    beijinhos,
    José.

    ResponderExcluir
  2. Oi Chica: gostei sempre escreves bem, apesar de eu não gostar muito de aranhas, mas adorei, as crinças devem gostar como eu, mas tambem sou meio adulto e meio criança.
    Um Beijo
    Santa Cruz

    ResponderExcluir
  3. Ficou bonito a poesia, mas me fez lembrar um filme antigo, na qual um porquinho da fazenda tem uma amiga aranha e no final, ela acaba tendo um monte de pequenas aranhas (mas a mãe aranha acaba morrendo e porquinho acaba cuidando de algumas das pequenas aranhas, pois o restante voou)...

    Agora esqueci o nome.

    Fique com Deus, menina Chica.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  4. Oi Chica!

    Essa D.Aranha é uma mãe de verdade, pois procurou ensinar as aranhinhas como saber viver e se proteger na vida! Parabéns!

    http://www.historiaparacriancaouviresonhar.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Achei muito bonitinha essa historinha, Chica.
    Um bom descanso pra vc!

    ResponderExcluir
  6. Olá Chica!

    Essa D. Aranha é uma mãe de verdade, pois ela ensinou a suas aranhinhas a se proteger e saber viver bem! Parabéns!

    http://historiaparacriancaouviresonhar.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Boa noite, amore mio!
    Você não imagina a minha alegria com a sua visita!
    Adorei ver a mamãe aranha!
    "Os ventos que às vezes tiram
    algo que amamos, são os
    mesmos que trazem algo que
    aprendemos a amar...
    Por isso não devemos chorar
    pelo que nos foi tirado e sim,
    aprender a amar o que nos foi
    dado. Pois tudo aquilo que é
    realmente nosso, nunca se vai
    para sempre..." (Bob Marley)
    Bjkas, muitas!

    ResponderExcluir
  8. Que surpreza agradável ter uma foto de minha autoria como cabeçalho de um poema tão bonito.
    Fiquei muito feliz e agradecido.
    Abraços
    Zé Jaime

    ResponderExcluir
  9. Carísima chica: cá estou eu de novo:

    Aranha
    Ana Marly de Oliveira Jacobino

    Todo filho que se preza
    Seja homem ou animal
    Ama e respeita os pais
    Doando um amor filial.

    Por isso a filha ararinha
    Querendo saber de tudo
    Leva debaixo dos braços
    Uma agenda de veludo.

    Com canetinhas coloridas
    Escreve tudo que ouve
    Com paciência e atenção
    Sentada num pé de couve.

    ResponderExcluir
  10. Que coisa mais linda Chica,
    bem infantil como as historinhas que outrora a gente viu.
    As fantasias tão belas,
    explorando as mentes belas
    desse futuro primaveril.

    Eu até me emocionei,
    diante da tua magia...

    Parabéns
    Bjs
    Livinha

    ResponderExcluir
  11. " A aranha tece
    puxando o fio da teia
    a ciência da abelha
    da aranha e a minha
    muita gente desconhece..."

    Estes versos são da linda música de João do Vale (Na asa do Vento). Abração. paz e bem.

    ResponderExcluir

♥ ♥ ♥ Fico feliz de te ver aqui, falando comigo!beijos,chica ♥ ♥ ♥