*A menina comilona...

Mariinha, uma menina,
Parruda e engraçada.
Devorava toda vinha
E ficava empanturrada.

De manhazinha ao acordar,
A geladeira visitava.
Iogurte, queijo, que paladar!
Sua boca adocicava.

Para as delícias olhava,
E não podia resistir,
Em sua mente só pensava:
Quero comer tudo que vi.

O pensamento voava
Pela guloseima tentadora,
Biscoito, escondido, para o quarto levava,
E, na madrugada, o comia vencedora.

A danada da gulosa,
Não notou que engordava,
Mas a vida saborosa,
Era o que lhe importava.

Foi ficando parrudinha,
De tanta fritura comer,
Porém, a alegre mocinha,
Queria, na gula, ter prazer.

A molecada não perdoou,
A fofa gorduchinha,
Um apelido lhe aplicou:
Lá vem elefantinha!

Por ter sido caçoada,
Não mais quis virar cocada,
Para não ser insultada
na boca da gurizada.

Entrou num forte regime,
e forma fina tomou.
A atitude que a redime,
Em modelo a transformou.

A bela apareceu,
Com esbelto corpo modelar,
A gordurinha esvaneu,
É vida nova a conquistar!

A turma boquiaberta ficou,
Ao ver a nova estrutura na praça.
Cada um, por si, pensou:
É a Mariinha! Que beleza! Que Graça!


* Essa poesia do Tunin, nos faz pensar em várias coisas...Há os que nada comem, ou quase nada e há os que comem de tuuuuuudo e mais um pouco... Temos que ter moderação até nisso.

Outro ponto é que as crianças não perdoam, logo colocam apelido, até carinhosos, mas sempre apelidos...

Quando isso acontecer, as crianças devem logo falar aos pais, contar em casa...Os pais saberão o que fazer.Até poesias eles fazem,rsrs...

Mas fica também uma linda lição...Ela reagiu e se deu conta que nem ela queria ficar gordinha. Resolveu fazer regime e...conseguiu. Força de vontade é tuuuuuuuuuuuuudo de bom!!! Tudo podemos, quando temos vontade firme!chica

22 comentários:

  1. OI Chica,
    té temos que ter moderação, sim. Sei disso mas estou mais para a menina comilona do que para a moderada. Bom, mas eu chego lá.
    Adorei e vou ler para as minhas filas. Já imprimi para poder contar aamanhã.
    beijos e ótima semana.
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Chica queriiiida!
    Por um instante achei que era sobre mim! rsrsrsrs
    Bjkas, muitas! Lambuzadas de chocolate! rs

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Você acredita que vi na veja uma reportagem na qual dizia que se uma criança não perdesse peso até os dez anos (quando se era obesa) se tornaria um adulto obeso?!

    É sério, mas temos de repensar nos nossos habitos alimentares, seja qual for a nossa idade...

    Fique com Deus, menina Chica.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  5. E as crianças também precisam saber que a moderação não faz só bem para não ficar gordinhas. Comer demais faz mal para saúde tanto quanto não comer. Não diz um ditado que a gente morre é pela boca? Pode ser pela falta de comida e também pelo excesso. Muito legal esse poema! Abraços. Paz e bem.

    ResponderExcluir
  6. Que bom que Marlinha conseguiu!
    E tudo teve um final feliz.
    E que todas as Marlinhas da vida tenham essa bonita força de vontade.E percebam que tudo em exagero não vem vestido de saúde.
    Beijo Chica.
    Com carinho.
    Fernanda.

    ResponderExcluir
  7. Ó! que lição engraçada
    que eu tirei desta poesia
    não é bom andar sem comer nada
    mas como menos do que comia

    beijinho,
    José.

    ResponderExcluir
  8. Olá Chica,

    Belas lições trazidas nesse poema, realmente temos sempre que ter moderação, não comer de menos nem de mais... E nunca esquecermos que a boa alimentação é a base de muita saúde futura...!

    Até mais, beijos!!

    ResponderExcluir
  9. OI amiga preciso aprender com a Marinha a moderar o apetite e fazer um regime, rsrrrs a Alice ao contrário come pouquinho srrsrsrsr bjssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  10. Uma poesia muito legal do Tunin e que acontece mesmo!Bjs.

    ResponderExcluir
  11. Oiiii

    É amiguinha, comer demais só faz mal!!!
    se cuide , viu?

    bj

    ResponderExcluir
  12. bah eu preciso comer muito
    estu muito magro mas não podemos exagerar né bjs neno

    ResponderExcluir
  13. Chica, muito obrigado pelas suas belas palavras, que expressaram o meu pensamento. Obrigado,também,pelo espaço cedido e pelo carinho de seus leitores. Abração.ilis

    ResponderExcluir
  14. Em lugar de Bite, leia-se Tunin, no comentário anterior.

    ResponderExcluir
  15. Chica; Tens razão não se pode comer tudo senão ficamos muito Gordos, mas tambem não se deve comer pouco demais para ficar-mos só um escalete de Ossos, lindo Poema e com uma linda lição.
    Um beijo
    Santa Cruz

    ResponderExcluir
  16. Oi Chica!!
    Muito legal mesmo.
    Ontem a sofia comeu tb, até se empanturrar, briguei com ela, pq como é magrinha, as vezes eu deixo, mas ela perde mesmo o rumo se eu nao ficar em cima hahahhaha.
    muito a calhar, seu post.
    Linda mensagem!

    Bjs

    ResponderExcluir
  17. Esta historinha me fez esquecer um pouco do meu dia! AFF. obrigada por isso. Deu até fome!! rs...
    bjão!!!

    ResponderExcluir
  18. Ela foi determinada, corajosa e ficou em boa forma.

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  19. Comelancia essa impetuosa,
    sem que a fome sequer tenha
    despontada,
    é a ansiedade que se mostra
    no peito das inquietudes
    complicada.
    Uns perdem a fome, outros seque tem fome e come, come, come.
    Uma reposição, de sensações de perdas...

    Lindo texto Chica.

    Bjs

    Livinha

    ResponderExcluir
  20. Moderar é a palavra chave, Chica. Beijos

    ResponderExcluir
  21. Gostei muito do seu blogue. Já diziam os nossos avós nós somos aquilo que comemos.Por isso temos de moderar, os nossos apetites alimentares.
    Obrigado e voltarei.
    Criança obesa
    http://planos-saudeblogspot.com/
    Se quiser saber mais de mim Por favor consulte o perfil.

    ResponderExcluir

♥ ♥ ♥ Fico feliz de te ver aqui, falando comigo!beijos,chica ♥ ♥ ♥