* A Verdadeira história da Chuva (2/3)


Imagem Daqui

A parte nº 1/3 foi publicada dia 25/08/10 e pode ser vista AQUI

Um belo dia (nesse tempo, todos os dias eram belos...), ainda o sol e as nuvens dormiam, nasceu um amor impossível. Nem os passarinhos mais madrugadores, as únicas testemunhas do nascimento desse amor, queriam acreditar!...


Reza então a história, contada por eles de bico em bico, que Alva, uma jovem e sonhadora nuvem disfarçada de mulher, dançava sozinha no Céu ainda pálido de sono... O vestido em que ela metamorfoseara as suas partículas vaporosas, era branco e leve. Pequenos e delicados flocos de si mesma, retocados com o róseo tom que o sol nascente lhes emprestava, imitavam na perfeição o rosto e as mãos duma bela mulher. A lua, em fina tiara de ouro quase nova, apanhava-lhe os cabelos, feitos de restos de noite...

E assim, formosa e gentil, bailava elegantemente, imaginando-se nos braços de um príncipe encantado...



Cá em baixo, o dia também acordava.

Romindo, um jovem e forte camponês, já trilhava os caminhos agrestes da serra, no encalço de mais um dia de trabalho. Ele olhava o vale verdejante, onde as casinhas da sua aldeia fumegavam os primeiros suspiros das lareiras, e pensava como era afortunado por viver entre tanta beleza...

Foi então, num subir de olhos ao Céu, para agradecer a Deus, que ele a viu. Alva, a nuvem. Como era bela! Linda, mais linda que todas as nuvens, mais linda que todas as mulheres que ele conhecia!...

Ela, parecendo saber-se fitada com tanta intensidade e admiração, corou e suspendeu o bailado. Ficou a pairar, entre o primeiro raio de sol e o primeiro beijo de vento...

14 comentários:

  1. Seus momentos “jujubas” estão cada vez melhores.

    BeijooO*

    ResponderExcluir
  2. Que fofa...

    Eu te imploro, venha de novo chuvinha!!

    bj

    ResponderExcluir
  3. Historinhas com esta, aguça e atiça o imaginário infantil.Legal!Tunin

    ResponderExcluir
  4. Histórias assim são de um encanto que nos permite voar na imaginação...

    Tenha um final de semana maravilhoso!

    Um beijo carinhoso!

    ResponderExcluir
  5. Chica sempre encontro surpresas aqui! E adoro!!! Lindo texto!!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Ah Chica que gostoso é ler uma historinha assim , doce como um dia de sol e nuvens clarinhas.
    Adorei
    beijinhos amiga

    ResponderExcluir
  7. Olá Chica. Que cativante essa historinha. Aguardo ansiosamente o desfecho.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  8. oi vale a pena chove para ler
    esta delicia de poesia
    nossa você tem um dedinho magico adoro ler o que escreve infelizmente não disponho de tempo para poder cá vir sempre
    beijos querida bom fim de semana beijinhos

    ResponderExcluir
  9. MUITO LINDOOOOOOOOOOOOO. BJSSSSSSSSSSSSSSS

    ResponderExcluir
  10. Mas como terminou esta história, pois penso que seja o começo...

    Fique com Deus, menina Chica.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  11. Oi,Anita, apenas pra esclarecer: esse texto não é de minha autoria.

    É da Tera Sá, uma amiga e colaboradora lá de Portugal.

    Legal,não? beijos,chica

    ResponderExcluir
  12. Chica é tão lindinho o texto de tua amiga.Amei a nuvenzinha e seu apaixonado.

    É um prazervir por aqui, me ajuda adormir melhor com tantas coisas belas.Parece afago na alma.
    Obrigada.

    Beijo.
    Fernanda.

    ResponderExcluir
  13. Chica, mais uma vez me atrasei...mas o seu carinho tem morada permanente no meu coração... Obrigada por ser tão querida!

    Teresa
    (Tera Sá)

    ResponderExcluir

♥ ♥ ♥ Fico feliz de te ver aqui, falando comigo!beijos,chica ♥ ♥ ♥