* O dia em que o " A " fugiu do alfabeto...


O alfabeto estava em polvorosa!

A notícia corria solta pelo mundo das letras, pois, o A havia sumido e nem notícias deixara!

Procuraram por toda parte e nada de encontrar o A.

Uma a uma as letras foram questionadas se sabiam do A nada!

Ninguém tinha visto a danada!

Até o Z que era o último dos vizinhos e pouco contato com o A tinha estava preocupado!

Como ficaria o mundo sem a presença do A?

Seus melhores amiguinhos, as vogais choravam inconsoláveis!

Seria impossível viver sem a presença desta amiguinha!

Era uma das mais importantes letras do alfabeto e, sem o A, ele ficaria incompleto!

Como escrever palavras indispensáveis ao mundo sem a presença do A?

A começar pelo AMOR, que sem o A ficaria só MOR!

E a alegria, como ficaria?

Não tinha jeito. Precisavam encontrar urgente a tal letrinha!

Juntas, as letras se puseram a procurar. Foram em todos os cantos do mundo da comunicação e uma pista foi encontrar no mundo da numeração!

Diziam a boca pequena que, por lá andava um intruso que queria conhecer outro mundo!

Fizeram então um mutirão. Foram todos juntos pesquisar!

Chegando ao mundo dos números foi fácil o A encontrar!

Estava bem pertinho ao 1, com ele aprendendo a somar!

A alegria foi sem conta!

Haviam encontrado o bom amiguinho e, ao ouvir dele o porquê do sumiço, ele respondera assim:



Fui dar uma voltinha

E me perdi do meu mundo

Encontrei outros amigos

Que fiz em um só segundo!



Fizeram então uma grande festa para comemorar!

O A voltara depressa para o seu devido lugar!

E, nunca mais o ALFABETO ficara incompleto e mais palavras puderam formar!
Rosa Serena



Chegou José
O A não sabia o seu valor
desapareceu grande lata
mas na palavra amar e amor
era onde ele fazia mais falta

Chegou Ana Marly

A _lfabeto!?


Ana Marly de Oliveira Jacobino

26 letras têm o alfabeto oficial
“B” foi a que aprendi primeiro
Junto dele escrevi uma vogal,
Consoante... e saiu: BOMBEIRO!

C e o D se ajuntaram na festa
Das palavras em uma poesia
unidas parecem uma floresta,
onde acontece drama e magia!

O drama mais triste aconteceu
Com a fuga da letra mais bela
O “A” de repente desapareceu,
E não pude escrever Cinderel-a!

O príncipe montado no cavalo
O “A” da princes- a conheceu
Do AMOR ele virou um vassalo,
E, para a Cinderela seu Romeu!

Chegou Maria Helena

O A estava muito cansado
De visitar tantas palavras
Então sumiu de repente
Para dar uma descansada

Quando o A ficou sozinho
Teve saudade das companhias
Então voltou muito feliz
Para as tarefas do dia a dia

Chegou Soninha

Este "A" é danadinho
Ele faz muitas "loucuras"
Sai falando para todos
Que a vida é uma "aventura"

Chegou a Majoli

Sem essa linda letra a
Não conseguiria viver
Pois com ela escrevo amizade
Amor, alegria e a uso também no prazer

E o meu nome ficaria
Muito estranho de se falar
Não seria Majoli
Seria Mjoli, eu não ia gostar

E quando eu viesse aqui
E beijos pra ti eu fosse deixar
Diria beijos Chic
Apesar de que chique ia ficar

Chegou a Fernanda

A sem ele o amor não mora.


A atenção fica sem aplicação.

A alegria, fica sem sua folia.



E tudo muda de tom.

Amor

Amizade,

Amigos

Atos.



Amar é... Completo com a letra A onde atitudes, arrumam sempre morada.

32 comentários:

  1. Ah, que lida esta histórinha e sem o A...como diriamos a Chica... nós adoramos te amar?
    Lindo minha linda beijosssssssss

    ResponderExcluir
  2. Ah Chica... esse texto é muito fofo...
    A menina Rosa tbm é maravilhosa em seus escritos...adoro muito muito...

    é gostoso demais passear nesse canteiro encantado...

    beijo grande

    ResponderExcluir
  3. Como ficaria o meu nome sem o A?! Então, o A teria que reaparecer. Lindo texto. Lindo trocadilho e belo fecho com a quadrinha. Parabéns as duas. Abração.

    ResponderExcluir
  4. Mais uma bela história em forma de poema.

    ResponderExcluir
  5. Danadinha de letrinha rs...
    Beijoca, Chica.

    ResponderExcluir
  6. Texto muito criativo,parabéns pra autora e pra ti um grande obrigada por compartilhar tanta coisa boa com a gente!
    Bergilde

    ResponderExcluir
  7. Ainda bem que o A voltou, imagine como ficaria meu nome sem ele...rs

    BeijooO*

    ResponderExcluir
  8. MINHA AMIGA CHICA, GRATA PELA VISITINHA...
    CHEGO AQUI E ENCONTRO ESTA MARAVILHA DE TEXTO EM FORMA DE POEMA... CRIATIVIDADE E ALEGRIA PARA AS CRIANÇAS PEQUENAS E PARA AS "GRANDINHAS" TAMBÉM!!! HEHEH...
    PAZ E LUZ EM TEU CORAÇÃO
    BJCAS
    GRAÇA

    ResponderExcluir
  9. Oie! Posso disser que amei, adorei, me encantei e me apaixonei...
    Aqui não tem quem se encante com tantas coisas lindas. Beijokas minha flor e que Deus te Abençoei sempre.
    ☪ حنان مصطفى ☪
    www.trakinandocommamae.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. O A não sabia o seu valor
    desapareceu grande lata
    mas na palavra amar e amor
    era onde ele fazia mais falta


    Beijo,
    José.

    ResponderExcluir
  11. Genteeee...vou passar esta historinha para as professoras da minha escola. Fantástico!!!!!!!

    Amiga, tem presentinho para vc no endereço abaixo:

    http://escolasinclusivas.blogspot.com/2011/01/selinho-este-blog-e-recomendadissimo.html

    Beijos da kekel

    ResponderExcluir
  12. Que coisa mais amada, adorei, mas que falta ia fazer pra nós sem a letrinha passeadeira. Obrigada amiga, foi no meu blog novo. Ainda estou descobrindo como fazer, mas seja bem vinda. Bjus.

    ResponderExcluir
  13. Chica, que coisa mais linda essa histórinha, li sorrindo!!! Posso contar pra crianças na escola onde dou aula? Claro que dando todos os créditos a você!!! Queria postar no meu blog também se você autorizar!! Tenho certeza que minhas amigas professoras vão amar.
    Beijos e lindo fds pra ti também! Su

    ResponderExcluir
  14. é mesmo , sem o a o ALFABETO ficaria um desastre .
    Adorei bjs neno

    ResponderExcluir
  15. Caríssima Chica; não resite e fiz este poema e deste modo poder interagir com o seu texto tão especial:

    A _lfabeto!?
    Ana Marly de Oliveira Jacobino

    26 letras têm o alfabeto oficial
    “B” foi a que aprendi primeiro
    Junto dele escrevi uma vogal,
    Consoante... e saiu: BOMBEIRO!

    C e o D se ajuntaram na festa
    Das palavras em uma poesia
    unidas parecem uma floresta,
    onde acontece drama e magia!

    O drama mais triste aconteceu
    Com a fuga da letra mais bela
    O “A” de repente desapareceu,
    E não pude escrever Cinderel-a!

    O príncipe montado no cavalo
    O “A” da princes- a conheceu
    Do AMOR ele virou um vassalo,
    E, para a Cinderela seu Romeu!

    ResponderExcluir
  16. Uhuuu Adorei! O que seria de mim sem o A? Angela NGEL... aí não dá! heheheheeh

    ResponderExcluir
  17. O A estava muito cansado
    De visitar tantas palavras
    Então sumiu de repente
    Para dar uma descansada

    Quando o A ficou sozinho
    Teve saudade das companhias
    Então voltou muito feliz
    Para as tarefas do dia a dia

    ResponderExcluir
  18. Lindo!!!
    Assim somos nós nesta corrente de amigo,
    Quem quer que seja que nos falte
    deixa um vazio e como viver sem o A nesse nosso coração aflito...

    Lindo conto do alfabeto...

    Bjs

    Livinha

    ResponderExcluir
  19. Este "A" é danadinho
    Ele faz muitas "loucuras"
    Sai falando para todos
    Que a vida é uma "aventura"

    Que "A" mais perigoso!!rs...Muito bom!
    bjs

    ResponderExcluir
  20. minha querida amiga Chica!!!!, que coisa mais linda, gostoso de ler, viajar nas palavras dessas (A)madas poetisas.
    bjs
    Mara Bombo

    ResponderExcluir
  21. Adorei Chica!
    Sempre com textos que são divertidos e ensinam ao mesmo tempo!!
    Tenha um ótimo final de semana!!

    ResponderExcluir
  22. Sem essa linda letra a
    Não conseguiria viver
    Pois com ela escrevo amizade
    Amor, alegria e a uso também no prazer

    E o meu nome ficaria
    Muito estranho de se falar
    Não seria Majoli
    Seria Mjoli, eu não ia gostar

    E quando eu viesse aqui
    E beijos pra ti eu fosse deixar
    Diria beijos Chic
    Apesar de que chique ia ficar

    rsrs
    Beijos querida Chica...ainda bem que o a resolveu voltar.

    ResponderExcluir
  23. A letra “A” é tudo, falamos tantas palavras com ela, por exemplo: Amor, Alegria, que estão escritos no seu texto.

    Muito lindo, gostei!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  24. Que susto esse"A" deu nos amiguinhos rsrsrsrsr.
    Esse ano eu vou dar aula para a creche,vc pode ter certeza que vou apresentar essa histórinha para eles,é formosa demais,uma graça.
    Parabénsssssssssssssssssssss.

    ResponderExcluir
  25. Maravilhosa história nos brinda!

    Não vejo o dia que a minha filhotinha aprenda a devorar as letras e comece a ler tão belas histórias!

    Abraços renovados!

    ResponderExcluir
  26. olá querida, que história gira esta! Parabens!
    eu tb gosto de escrever para crianças, mas com tantos projectos em simultâneo, todos demoram mais do que deviam. ando agora a ilustrar um conto muito educativa, tal como este teu. Mas o meu fala a acentuação das palavras.
    mas eu hj vim cá para agradecer o carinho que de vez em quando deixas no blog da minha princesa (http://m-de-menina.blogspot.com/). muito obrigada mesmo!
    bjinhos :)

    ResponderExcluir
  27. VIm deixar um beijo e desejar um excelente fds pra vc.

    ResponderExcluir
  28. A sem ele o amor não mora.
    A atenção fica sem aplicação.
    A alegria, fica sem sua folia.

    E tudo muda de tom.
    Amor
    Amizade,
    Amigos
    Atos.

    Amar é... Completo com a letra A onde atitudes, arrumam sempre morada.

    Beijo Chica querida.
    Fernanda.

    ResponderExcluir
  29. Que brincadeira de palavras, tenho dado bandeira! há de haver mais A-tempo.
    As oportunidades são A[mena], mas não pequena, voltarei!

    ResponderExcluir
  30. Vendo o texto, lembrei que o filho da Tathiana (uma amiga de blog e trabalho) está falando tudo, bicho espertinho, fico até bobo dele indentificar certinhos os números, falar tudo certinho...

    Fique com Deus, menina Chica.
    Um abraço.

    ResponderExcluir

♥ ♥ ♥ Fico feliz de te ver aqui, falando comigo!beijos,chica ♥ ♥ ♥