* Em casa, a gente conversa!



Em casa, a gente conversa!


Todo adulto que se preza,
Tem uma história para contar,
Das peraltices que fizera
Quando criança a traquinar.

Se a mãe o olhava,
Com olhar reprovador,
O pimpolho logo pensava:
Ih! Fiz coisa, ela não gostou!

Mãos entre as pernas,
A cabeça abaixava,
Via a mãe como a fera,
Do cinturão não escapava.

Ficava desconfiado,
Pensando no que agradar
Para ser desculpado,
E da surra se livrar.

Ela não dava “mole”
Para a coisa não certa.
Dizia ao moleque: se controle,
Em casa, a gente conversa!

E essa tal de conversa,
Era apavoradora.
Como fugir da perversa,
A surra reparadora!

Depois de a conversa aplicar,
Lá vinha a fala do amor:
Isso é para você se orientar,
E ser homem de valor.

O menino se redimia,
Afirmando ser consciente,
No dia seguinte repetia,
Tudo do modo presente.

E assim era a vida,
Na visão de cada mãe,
Com a punição merecida,
Hoje bênçãos são.

Chegou José

Eu queria escrever um verso
dos meus tempos de menino
era um moço muito travesso
e era por demais traquino

Chegou Majoli

Em casa a gente conversa
Frase que eu levo comigo
Ouvi de papai, de mamãe
E agora pra meus filhos eu digo

João Antonio sempre diz assim
Eu em casa nem vou entrar
Eu fico tiririca, super brava
Mas tento me controlar

Marco Aurelio sempre dizia
Mas mamãe eu nada fiz
Com aquela carinha tão danada
Parecia que crescia o nariz

Marco Antonio foi diferente
Ouvia tudo calado
Nunca respondia, abaixava a cabeça
Sempre foi muito educado

Mas uma coisa posso dizer
Tudo isso saudade deixa
Os filhos crescem, vão pra longe
E a gente se queixa

Chegou Maria Helena

E quando chegava visita
E sobre algo eu ia opinar
Minha mãe falava com os olhos
E mandava eu me calar.

24 comentários:

  1. Fico encantada aqui...Viro criança de novo brincando com palavras...Grande beijo.

    ResponderExcluir
  2. Eu queria escrever um verso
    dos meus tempos de menino
    era um moço muito travesso
    e era por demais traquino

    beijinho,
    José.

    ResponderExcluir
  3. É bom saber escrever versos, que ainda por cima nos fazem rtecordar a nossa "meninice"!

    ResponderExcluir
  4. Chica,que graça essa poesia do Tunin!Realmente era assim que acontecia quando fazíamos alguma travessura!...rsss...bjs,

    ResponderExcluir
  5. Oiee, estou te seguindo.. me segue tambem?
    http://bloggerfaby.blogspot.com/
    Obg *-*

    ResponderExcluir
  6. Ah fiquei com pena desses meninos travessos...rs
    BEIJINHOS

    ResponderExcluir
  7. Oi Chica querida!!
    Quando eu vi o titulo desse post me lembrei que falo muito essa frase para o Matheus quando ele faz alguma peraltisse na rua...kkkkkkk...
    Um delicia esses versinhos!
    Uma linda semaninha para vc,
    beijos
    Danny e Matheus

    ResponderExcluir
  8. Olá Chica,

    Que bela poesia, e é assim que as crianças hoje em dia também devem ser educadas.

    Beijão para você e uma ótima semana!!

    ResponderExcluir
  9. Adoro esse teu cantinho.Trabalho com crianças e sua inspiração me contagia.
    beijos
    heli

    ResponderExcluir
  10. A
    M
    E
    I

    Daqui a pouco, volto pra rimar...estou encantada e tenho que escrever a altura...rsrs.
    Beijos Chica.

    ResponderExcluir
  11. Olá! Dei uma lida mas não farei comentário, desculpe.

    “PS. Tomei a liberdade de indicar seu blog para um selo que me foi atribuído, passa lá no “um caminho longe” e poderá se inteirar da situação! Obrigado desde já caso aceite!”

    ResponderExcluir
  12. Em casa a gente conversa
    Frase que eu levo comigo
    Ouvi de papai, de mamãe
    E agora pra meus filhos eu digo

    João Antonio sempre diz assim
    Eu em casa nem vou entrar
    Eu fico tiririca, super brava
    Mas tento me controlar

    Marco Aurelio sempre dizia
    Mas mamãe eu nada fiz
    Com aquela carinha tão danada
    Parecia que crescia o nariz

    Marco Antonio foi diferente
    Ouvia tudo calado
    Nunca respondia, abaixava a cabeça
    Sempre foi muito educado

    Mas uma coisa posso dizer
    Tudo isso saudade deixa
    Os filhos crescem, vão pra longe
    E a gente se queixa

    ResponderExcluir
  13. Demais! Sempre uma surpresa, sempre um belo poema. Parabéns, sempre.

    BeijooO*

    ResponderExcluir
  14. E quando chegava visita
    E sobre algo eu ia opinar
    Minha mãe falava com os olhos
    E mandava eu me calar.

    ResponderExcluir
  15. Chica querida,

    que dlicia sempre poder voltar.

    E o sorriso, como sempre, é certeiro.

    LInda terça.

    Abraços, flores e estrelas...

    ResponderExcluir
  16. E como deixa saudade... de ouvir e de falar! (risos) Belíssimo blog Chica, parabéns e obrigada pelo carinho.

    ResponderExcluir
  17. ô minha charmosaaaaaaa, isso aki eh um charme de tão convidativo e acolhedor... importa em eu te seguir??/jah to seguindooooo. Conte com minha amizade nesse mundinho virtual eh q adorooo fazer novas amizades... amiga, gostaria de te pedirum favor, vc pode me seguir tbm e dar aquela força lah no blo..???
    Bjks, vanessa Ramos
    maquiagemehtudo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Chica, cada vez que venho aqui, sinto o quanto você é paciente e meiga para com as crianças...Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Quando criança, a gente faz tudo pra agradar a mãe, evitando levar uma surra, na hora da traquinagem.

    Muito bom o texto.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  20. Obrigado, Chica! Através de seu maravilhoso blog tenho externado historinhas veríditas tão comuns a todos, independente do lugar. Abração.

    ResponderExcluir
  21. CHICA
    Gosto das palavras! Mas adorei a fotografia...! rsrsrs
    bjs
    G.j.

    ResponderExcluir
  22. Querida!
    Aproveitei para conhecer o seu espaço e AMEI, inclusive já estou seguindo!

    Esta rolando um SORTEIO para o dia 06/03/11. Dia das Mulhers!!!

    no Blog http://brigadeironline.blogspot.com

    Participe!!!
    Bjokas!!!

    Cris

    ResponderExcluir
  23. Eu era um capeta quando criança, fato (mamãe que sofria um bocado com isto)...

    Fique com Deus, menina Chica.
    Um abraço.

    ResponderExcluir

♥ ♥ ♥ Fico feliz de te ver aqui, falando comigo!beijos,chica ♥ ♥ ♥