♥ O Sapo ♥




O sapo cururu
Lá do sertão da Bahia,
Não é nada jururu,
Ele canta e assobia.


A meninada na roda do papo,
Em certa noite de luar,
De repente vem o sapo,
E se põe a espiar.


Pula daqui, pula de lá,
O bicho salta para valer.
O garoto vem a perguntar:
Ele “tá” com fome, quer comer?


Não, ele só quer participar,
Desta nossa brincadeira,
Apressa o gordo a falar:
Vou jogá-lo na cachoeira.


O menor fica a choramingar:
Não faça isto com o sapinho,
Ele só quer se esquentar
Deste seco friozinho.


E meio a tanto barulho,
Da gurizada a gritar,
O sapo correu para o entulho,
E de lá ficou a coaxar.

(situação vivida na infância) 

 Tunin 

Chegou a Rosane


Todos desconfiam da vida do sapo.
Mal sabem tais pessoas que sapo tem vida boa!
Quando não está catando inseto...
Está feliz na lagoa!
Parece meio triste ou malvado, mas isso não é fato.
A fama de mau moço é apenas boato!
E fiquem sabendo, tenho medo e corro longe, quando vejo um sapo.
Mas tenho que admitir: admiro seu papo!

Chegou a Ana Marly

Sapo Onomatopéico _

Ana Marly de OLiveira Jacobino

Coach,coach,coach, coach, coach
Splasch, splesch, splasch, splesch
Coaxa, vovô Sapo Onomatopéico.
Coach,coach,coach, coach, coach.

Sapo cururu na lagoa Santa Rosa
Floreia no seu coaxar barulhento,
Sapo Onomatopéico é todo prosa
Mostra para a criança divertimento!

Coach,coach,coach, coach, coach.

Menino escuta o som do vovô Sapo
Como se fosse uma dupla sertaneja,
A sapaiada coaxa estufando o papo
Cantando junto com o coral da igreja! 

Coach,coach,coach, coach, coach. 

26 comentários:

  1. Os nossos jardineiros tendem a desaparecer.
    Aqui no nosso quintal havia sempre muitos que lentamente desapareceram.

    As mondas químicas dizimaram-nos.

    O poema quase parece uma fábula e transmite ainda alguma maldade que se fazia aos sapos em tempos passados.

    ResponderExcluir
  2. Esqueci-me de dizer que a imagem é de uma rã ou rela.
    Os sapos são maiores e todos de cor castanha. Escondem-se nos montes de erva verde ou seca caçando pequenos insectos.

    ResponderExcluir
  3. ue beleza! Toninho é um maravilhoso poeta.O menor era o mais certo de todos rsrsr.
    Amei o poema.
    Chica, seu carinho com os amigos é de uma grandeza! Admiro você cada vez mais.

    Beijo para os dos queridos meus.

    ResponderExcluir
  4. Adorei só que fiquei com dó do sapo pequenino mas a mensagem vale por si só.
    Ótimo sabadão para ti.
    abração com carinho

    ResponderExcluir
  5. Se é baiano n tinha como ser jururu :)

    Dia com cara e gosto de jujuba pra vc.

    ResponderExcluir
  6. Adorei esse sapo, li no Tunin e eu e João curtimos muito! Beijos

    ResponderExcluir
  7. Adorei esse sapo, li no Tunin e eu e João curtimos muito! Beijos

    ResponderExcluir
  8. Adorei esse sapo, li no Tunin e eu e João curtimos muito! Beijos

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Bommm dia flor do dia!!!!
    Chica querida,obrigada pelo
    carinho ARTESANATOS EM TRICO
    Beijos no core de cada um de
    vocês,muita paz,saúde e ALEGRIA!
    Paz e luz para humanidade
    Parabéns gostei desse sapinho.
    até...risos

    ResponderExcluir
  11. Chica minha amiga Chica um presente para você e o Tunim (belezura a sua poesia contando a sua vivência infantil)

    Sapo Onomatopéico _Ana Marly de OLiveira Jacobino

    Coach,coach,coach, coach, coach
    Splasch, splesch, splasch, splesch
    Coaxa, vovô Sapo Onomatopéico.
    Coach,coach,coach, coach, coach.

    Sapo cururu na lagoa Santa Rosa
    Floreia no seu coaxar barulhento,
    Sapo Onomatopéico é todo prosa
    Mostra para a criança divertimento!

    Coach,coach,coach, coach, coach.

    Menino escuta o som do vovô Sapo
    Como se fosse uma dupla sertaneja,
    A sapaiada coaxa estufando o papo
    Cantando junto com o coral da igreja!

    Coach,coach,coach, coach, coach.

    ResponderExcluir
  12. Tunin sempre com belos versos infantis!Uma graça esse sapo cururu!bjs,

    ResponderExcluir
  13. Oi amiga Chica,
    passando para te desejar um ótimo final de semana, bjus e fica com Deus...

    ResponderExcluir
  14. Todos desconfiam da vida do sapo.
    Mal sabem tais pessoas que sapo tem vida boa!
    Quando não está catanto inseto...
    Está feliz na lagoa!
    Parece meio triste ou malvado, mas isso não é fato.
    A fama de mau moço é apenas boato!
    E fiquem sabendo, tenho medo e corro longe, quando vejo um sapo.
    Mas tenho que admitir: admiro seu papo!

    Beijinho Chica querida!

    ResponderExcluir
  15. oba, esse eu já conhecia, mas adorei ter lido cada verso outra vez dessa graciosa poesia do Tunin!!!

    Beijos para os dois queridos!

    Su.

    ResponderExcluir
  16. Chica, muito obrigado pelo sempre teu carinhoso afeto com os teus amigos blogueiros. Cada dia gosto mais de ti. Coração grande, amor de amigo!
    Abração para ti.

    ResponderExcluir
  17. Muito fofo Chica, minha filha de 11 anos adora tudo que é parafernalha de sapinho, o quarto dela ta cheio deles, ela diz que dá sorte! Parabéns pelo post, muito peético e gostoso! Abçs

    ResponderExcluir
  18. Chiquinha, tudo bem?
    Pobre sapinho, bonito ele não é! Mas os poeminhas estão uma graça.

    Ótimo domingo para vocês!
    Beijinhosss

    ResponderExcluir
  19. Chica, li no Tunin e adorei. Adorei vê-lo aqui também. Não digo à toa que vc é grandiosa! Sempre a exaltar os amigos! Grande abraço, grande domingo!

    ResponderExcluir
  20. Que linda estorinha minha amiga Chica.Se meus filhos fossem pequetitos eu leria para eles, como não são mais, eu li para mim e guardei na minha parte do cérebro que ainda tem resquícios infantis..rs.Valeu!!!Bjs e uma semana abençoada. Rubi.

    ResponderExcluir
  21. ooi gostei do seu blog, da uma olhadinha no meu e se gostar me segue, ai é só avisa que eu sigo de volta, beijos, fica com Deus! *-*

    ResponderExcluir
  22. Linda, poesia do Tunin vou lá no blog dele conhecer.
    uma ótima semana.
    Com Carinho,
    Pedro

    ResponderExcluir
  23. Hehehe Muito elegante ficou essa postagem, com todas interações interessantes!

    Abraços renovados!

    ResponderExcluir
  24. Chica, sobre teu comentário lá no blog; infelizmente não sou médica, estou do outro lado, sou paciente,rsrs
    Hoje vim conhecer e seguir outro blog teu, são tantos que vou indo aos poucos,rsrs
    linsíssima poesia, acho que vai ser útil com um trabalho que faço de alfabetização com um menino carente. Gosto de usar poesias porque as crianças gostam muito e o interesse aumenta...

    Beijos
    http://docesefemeridades.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  25. Ola eu vim agracer seu comentário e visita no meu cantinho muito obrigada.. bjosss me visite de novo eu estou te seguindo no blog acho que na outra vez não entrou o link mais dessa vez foi tá bjoss fica com deus

    ResponderExcluir

♥ ♥ ♥ Fico feliz de te ver aqui, falando comigo!beijos,chica ♥ ♥ ♥