♥Mel e as formiguinhas.♥



Mel e as formiguinhas...

Helena Chiarello

Com asas de um pensamento
que (tão leve!)
flutuava,
olhos atentos,
curiosos,
ela via
e perguntava...
- Passa uma,
passam duas...
Onde vai dar essa estrada?
E no instante de criança
decifrava
a longa fila,
carregada de esperanças,
que em sua infância
passava...


Helena Chiarello


Chegou o Edumanes
As Formiguinhas
Longa fila formaram
Para comerem o mel das abelhinhas
Pelo carreiro construído caminhavam!

De olhos sempre atentos
Uma criança perguntava
Aos seus pensamentos
Para onde irá aquela estrada!

Curiosa ela ficou
Por ver tantas formiguinhas
De certeza que ela pensou
Vão para o trabalho amiguinhas!


Chegou a Maria Luiza


Perfiladas uma a uma
Formiguinhas vão e vem
Carregando, carregando
Provisões que o inverno já vem

Menininha curiosa
Observa a longa fila
Imaginando porém
Que nada as detém.

Menininha me escute
Com atenção, talvez
A estrada é muito longa
Só a alcança na sensatez!

21 comentários:

  1. E bem lá na frente descobriu um caminho tão cheio de belezas! abraços

    ResponderExcluir
  2. Querida Chica, bom dia!!!
    Nossaaa, relembrou o meu tempo de criança que ficava horas vendo a carreirinha de formigas, curiosa vendo de onde vinham e para onde iam.
    Belíssimo post que nos faz retornar ao passado.
    Uma ótima semana repleta de encantos e poesias.
    Beijos na alma.

    ResponderExcluir
  3. As Formiguinhas
    Longa fila formaram
    Para comerem o mel das abelhinhas
    Pelo carreiro construído caminhavam!

    De olhos sempre atentos
    Uma criança perguntava
    Aos seus pensamentos
    Para onde irá aquela estrada!

    Curiosa ela ficou
    Por ver tantas formiguinhas
    De certeza que ela pensou
    Vão para o trabalho amiguinhas!

    Boa segunda-feira para você, amiga Chica,
    um abraço
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  4. Um pensamento com asas é, de facto, uma "coisa" mágica, capaz de nos levar a descobrir o mar, onde desagua qualquer estrada.

    Um beijo

    Lídia

    ResponderExcluir
  5. Chica,eu sou fã da Helena e as poesias infantis dela são uma doçura!Bjs e boa semana!

    ResponderExcluir
  6. IMAGINAR É VIVER.MUITA PAZ , BEIJOS.

    ResponderExcluir
  7. Que lindo Chica!
    Você acredita que até hoje gosto de seguir as formiguinhas?
    Sempre me pego fazendo isso e dou risada e falo para mim mesma, 'que bom que você não morreu dentro de mim criança linda'...rsrsr
    Adorei ler seu texto, amei relembrar...beijinhos no coração e linda semana

    ResponderExcluir
  8. Ah, Chica!...

    Você sempre dá um jeito de emocionar a gente...

    Nem sabe como fiquei feliz por ver "minha" Mel e as formiguinhas aqui!

    Sabe que esse poeminha foi uma "encomenda" da minha filha Mel, que me deu a imagem e disse: bem que isso ficaria perfeito no "Coisa de criança"! rsrs

    Mas acho que ele ficou mais bonito ainda aqui, nesse espaço tão mágico!!

    Obrigada sempre pelo carinho, pessoa querida!

    E obrigada ao Edu pela interação tão bonita e à gentileza dos comentários amigos!

    Muiiiitos beijos e que a vida te dê em dobro todo o carinho e o bem que você compartilha tão generosamente, Chicamada!

    ResponderExcluir
  9. Amo ler essa fofa da Helena, que anda sumida, sumida...rsrs.
    Bela escolha Chica querida.
    Beijos enormes, cheios de saudades, pra linda Helena.

    E pra você, Chica querida, beijos de uma semana de paz.

    ResponderExcluir
  10. A poesia é tão doce como o mel que a formiguinha foi degustar.
    Abração.

    ResponderExcluir
  11. Chica, minha contadora de histórias! Adoro.

    Bjão querida, e boa semana!!

    ResponderExcluir
  12. Chica! Que delicadeza de poesia. Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Ai amiga... mas elas só são bonitinhas na sua estorinha pq lá em casa, acabam com meus pés de hibisco, de ameixa... Plantei uma mudinha de ameixa e não vai de jeito nenhum, elas traçam tuuuuuuuuuuuudo!!! :(

    Um abração e ótima semana.

    ResponderExcluir
  14. Perfiladas uma a uma
    Formiguinhas vão e vem
    Carregando, carregando
    Provisões que o inverno já vem

    Menininha curiosa
    Observa a longa fila
    Imaginando porém
    Que nada as detém.

    Menininha me escute
    Com atenção, talvez
    A estrada é muito longa
    Só a alcança na sensatez!

    Com meu abração e agradecer ao Alfa, aparecer. Aquela meninona é minha neta Gabriela que vivia acariciando o Pretinho!

    ResponderExcluir
  15. Que graça Chica eu adorava seguir as formigas qdo pequena e viajar na imaginação de como seria a casa delas por dentro! Bjoooss

    ResponderExcluir
  16. Oi Chica,

    Gosto tanto da forma que a Helena escreve, pois ela passa muita ternura e delicadeza em cada palavrinha rimada!
    Amei!!

    Beijinhos para você e tudo de bom... =)

    ResponderExcluir
  17. Chica,
    Voltei no tempo, lendo seu post.

    Na infância adorava observar as
    formiguinhas em carreirinha no
    quintal. Muito bom!
    um beijo
    Cristina Sá
    http://cristinasaliteraturainfantile
    juvenil.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Bella storia, simpatica ed emozionante!! felice giornata a Te...ciao

    ResponderExcluir
  19. Chica

    Fiquei feliz em ver aqui os versos da Helena e as interações.

    Linda postagem.

    Beijos

    ResponderExcluir

♥ ♥ ♥ Fico feliz de te ver aqui, falando comigo!beijos,chica ♥ ♥ ♥