♥ A festa do leão... ♥



A FESTA DO LEÃO
Maria Hilda de Jesus Alão

(cordel infantil)

Conta a história dos bichos
Que houve grande bochicho
Na festa do real casamento
Do rei de toda a floresta,
O leão de juba caída na testa.

Cada bicho trouxe presente,
De acordo com suas posses,
E iam depositando aos pés
Do noivo sentado num canapé
Que agradecia com reverência.

A festa, perfeita em harmonia,
Decorria em grande alegria.
O casal dançava alegremente
Ao receber o último presente
Das mãos de um assistente

Do general da tropa de elefantes.
Presente rico nunca vira assim,
Todo entalhado em marfim,
Uma estatueta do rei Leonino
Do tempo em que era menino.

Eis que surge serpenteando
A serpente convidada atrasada,
Ricamente vestida e penteada,
Na boca uma rosa prateada.
Parando diante do rei Leonino

Disse enfática: Esta rosa é o mimo
Para o rei de todos os leões, Leonino,
Em comemoração a real união.
Não tome isso como bajulação,
Mas poderia o meu amado rei,

Receber o presente de minha boca,
Esta linda e rica rosa barroca?
Entre os convidados correria louca,
Por que queria dona Serpentina,
Que veio lá dos confins da colina,

Que o nubente de sua boca recebesse
O presente que ela dizia ser de coração?
O tigre disse: há segundas intenções.
Cauteloso o rei Leonino respondeu:
Agradam-me todos os presentes,

Entregues de forma comovente,
Mas prefiro receber com os pés.
Da tua boca não quero ouro
Nem a linda rosa prateada.
Não fique aborrecida, chateada,

Saiba que não sou bobo nem nada,
Por que me arriscaria a uma dentada
De uma cobra que se julga esperta?
E lá se foi a serpente Serpentina
Envergonhada de volta a sua colina.

Maria Hilda de Jesus Alão

* Imagem daqui

Chegou  Edumanes

Na festa do Leão
Havia tudo com fartura
Maria Hilda de Jesus Alão
Viajou numa aventura?

Foi à festa do Leão
Levava na mala uma caneta
Pegou nela com sua mão
E do Leão desenhou sua careta!

Ele ficou contente
Com o seu retrato desenhado
Num papel transparente
Na parede do salão colocado?

Toda a bicharada
De boca aberta ficou
De olhos muito abertos admirada
E o Leão agradecendo discursou!

Leão, o rei da selva
Toda a bicharada lhe obedecer
Muito aplaudido em sua festa
Todos presentes lhe oferecer!

Antes de terminar, no salão
Houve uma pausa para o poema ler
Maria Hilda de Jesus Alão
Que bonito o soube escrever!

No final o rei Leonino
Agradeceu de todos os presentes
Sempre a mexer seu rarizinho
Todos ouviram e ficaram contentes!

A folia terminou
Mas, a aventura ainda não
Todo a bicharada gostou
De estar presente na festa LEÃO!

10 comentários:

  1. Linda historinha, sempre me lembro das cartilhas da escola abraços

    ResponderExcluir
  2. Na festa do Leão
    Havia tudo com fartura
    Maria Hilda de Jesus Alão
    Viajou numa aventura?

    Foi à festa do Leão
    Levava na mala uma caneta
    Pegou nela com sua mão
    E do Leão desenhou sua careta!

    Ele ficou contente
    Com o seu retrato desenhado
    Num papel transparente
    Na parede do salão colocado?

    Toda a bicharada
    De boca aberta ficou
    De olhos muito abertos admirada
    E o Leão agradecendo discursou!

    Leão, o rei da selva
    Toda a bicharada lhe obedecer
    Muito aplaudido em sua festa
    Todos presentes lhe oferecer!

    Antes de terminar, no salão
    Houve uma pausa para o poema ler
    Maria Hilda de Jesus Alão
    Que bonito o soube escrever!

    No final o rei Leonino
    Agradeceu de todos os presentes
    Sempre a mexer seu rarizinho
    Todos ouviram e ficaram contentes!

    A folia terminou
    Mas, a aventura ainda não
    Todo a bicharada gostou
    De estar presente na festa LEÃO!

    Bom fim de semana para você,
    amiga Chica, se possível com um pézinho de dança lá na festa da aldeia!...

    Um abraço
    Eduardo.









    ResponderExcluir
  3. Adoro a Maria Hilda e matei as saudades aqui!Muito linda e bem criativa história do leáo e da cobra em cordel!bjs e meu carinho ás duas,

    ResponderExcluir
  4. .•*♥.·´✿.·´✿╰☆╮a.·´✿╭დ╯
    Bom dia de um lindo domingo
    Passando para te elogiar o que
    faz, e tem de bom deixo um abraço
    carinhoso e adoro cordel, com poema infantil ficou bem bonito
    Bjusssss
    Rita!!!!

    .•*♥.·´✿.·´✿╰☆╮a.·´✿╭დ╯

    ResponderExcluir
  5. Adoro a inocência e a suavidade dessas poesias.
    º°♪♫♫ Bom domingo!
    Boa semana!
    Beijinhos. °º♪
    Brasil ♫♫♫

    ResponderExcluir
  6. Amiga Chica bom dia e bom domingo para você, te venho visitar para te dizer que ganhei o prémio DARDO, e escolhi você. Sinta-se à vontade para o aceitar ou não. Passa lá no blog e pega ele, vela-o contigo te o ofereço com carinho.
    Um abraço
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  7. A cobrinha matreira, a querer arruinar a festa! E a noiva onde estava, como ia enfeitada?

    Um doce domingo para a Chica e sua amiga Maria Hilda.
    Beijos
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderExcluir
  8. Amei Chica!!!
    Que Leão mais Lindo!

    Beijos
    Andrea

    ResponderExcluir
  9. Descobri este site e fiquei tão feliz com a presença de um texto meu. Mais feliz ainda com os versos do Eduardo a respeito da Festa do Leão.
    Abraços.
    Maria Hilda

    ResponderExcluir

♥ ♥ ♥ Fico feliz de te ver aqui, falando comigo!beijos,chica ♥ ♥ ♥