♥ A Linda Libélula ♥





No jardim de um colégio...
Tinha flores perfumadas
Para as crianças um privilégio!
Ficavam sempre encantadas

Lá vivia uma Libélula...
De uma alegria constante!
No corpo, poucas células
E os olhinhos brilhantes

Vivia sempre feliz
Também muito vaidosa!
Pousava bem no nariz
Da coleguinha manhosa

Era a alegria do recreio
A turminha batia palmas
Com seu jeitinho faceiro...
Fazia rir no fundo da alma!

Pelas crianças, era respeitada.
Libélula gostava de cada um!
Os gritos, não a desesperava...
E não corria risco nenhum!

Era uma Libélula contente
Comia sempre o melhor
Ria e mostrava os dentes
E aquela música, já sabia cor!

Tereza Tavares

Chegou Edumanes


A Linda Libélula
pousou numa flor
de cor amarela
esperando e seu amor.

Perfumada ela ficou
a Linda Libélula
ela se perfumou
com o perfume dela.

Onde ela vivia
havia um jardim
de noite e de dia
brisa perfumada sem fim.

Gostava das crianças
com elas brincava
Contente tinha esperanças
A linda libélula, feliz cantava.

sorria quando junto delas estava.
A turminha batia palmas
gritos se houviuam
eram lindas palavras
que as crianças lhe dirigiam!

A música sabia de cor
também sabia cantar
comia sempre do melhor
dormia a sonhar!..



13 comentários:

  1. Que vida feliz a da libélula. Viver rodeada pelo amor das crianças. E o melhor sendo respeitada. Lindo poema. Um dia maravilhoso pra você! Beijinhos de orquídeas.

    ResponderExcluir
  2. Querida, Chica é sempre um prazer vir aqui.
    Sinto um gostinho de infância, que é gostoso sentir.
    Gosto das libélulas, mas prefiro as joaninhas!! Sempre! rsrsrsrs.
    Beijos e um feliz dia minha amiga e joaninha amada.

    ResponderExcluir
  3. E quando a Srta libélula pousa na vara de pescar, pode ter certeza, será peixe pra doar! abraços

    ResponderExcluir
  4. sabe no Mexico eu estava rodeada de libelulas!!!! amo elas! e te quero tanto bem...
    beijossssssssssssssss

    ResponderExcluir
  5. Que pena as pessoas não serm respeitadas como a Libélula.

    Soube do que te aconteceu através do teu comentário na Mona Lisa e te venho deixar o meu abraço solidário, esperando que esteja tudo bem agora.

    ResponderExcluir
  6. Sempre achei as libélulas encantadoras. Lindo poema, um abraço!

    ResponderExcluir
  7. Parabéns à Tereza Tavares por tão bela poesia!!!!

    Obrigada a você, Chica, por compartilhar conosco.

    ResponderExcluir
  8. As libélulas esvoaçam e muitas vezes se arriscam perto do fogo!
    que sejam respeitadas todas as nossas crianças.
    Lamento seu susto e desejo que esqueça ok?
    beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Eita coisa bonita!Adorei sua escolha e a Teresa faz poesias muito lindas,suaves,do jeito que eu gosto!bjs,

    ResponderExcluir
  10. A Linda Libélula
    pousou numa flor
    de cor amarela
    esperando e seu amor.

    Perfumada ela ficou
    a Linda Libélula
    ela se perfumou
    com o perfume dela.

    Onde ela vivia
    havia um jardim
    de noite e de dia
    brisa perfumada sem fim.

    Gostava das crianças
    com elas brincava
    Contente tinha esperanças
    A linda libélula, feliz cantava.

    sorria quando junto delas estava.
    A turminha batia palmas
    gritos se houviuam
    eram lindas palavras
    que as crianças lhe dirigiam!

    A música sabia de cor
    também sabia cantar
    comia sempre do melhor
    dormia a sonhar!...
    Desejo uma boa noite se quarta-feira
    para você, amiga Chica
    um abraço
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  11. Adorei!!!
    Libélulas são muito bonitas!!!
    Bjs do Neno

    ResponderExcluir

♥ ♥ ♥ Fico feliz de te ver aqui, falando comigo!beijos,chica ♥ ♥ ♥