♥O Vendedor de Pirulitos ♥

soninha
Lá vem seu Manoel
Vendendo pirulito
Ele chama a criançada
Soltando um belo grito.

Vem cá, ó meninada
Vem comprar meu pirulito
Vem logo, ligeirinho
Senão não paro o grito!

Pirulito de laranja
De goiaba e de mel
Este aí é tão gostoso
É uma viagem ao céu

Pirulito de cereja
De uva e de mangaba
Vem logo, ligeirinho
Senão ele acaba.

Se não quiser comprar
Eu lhe dou, de presente
Pirulito é um docinho
Para alegrar a gente!

Se eu não ganhar dinheiro
Eu não me importo não
O que importa é a alegria
Dentro do coração

E eu fico muito alegre
Quando vejo as criancinhas
A chupar meus pirulitos
Com as bochechas meladinhas

Lambuzam toda a face
Não escapa um pedacinho
Enquanto brilha uma luz
Nos seus lindos olhinhos

17 comentários:

  1. Que delicia! Uma poema doce recheado de amor e sabor. Lindooooo!
    Um bom dia pra você amiga!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Chica! Gostei dessa deliciosa poesia! E como gostam de pirulitos as crianças!! Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Esses pirulitos fazem parte da minha história. a mãe de uma amiga fazia com mel açúcar e limão, e se chamavam puxa-puxa ehheehehehe .saudadessssssssss

    ResponderExcluir
  4. Esses pirulitos fazem parte da minha história. a mãe de uma amiga fazia com mel açúcar e limão, e se chamavam puxa-puxa ehheehehehe .saudadessssssssss

    ResponderExcluir
  5. aí chica eu também quero e de todas as cores e sabores, quanta doçura, alegria encanto.

    beijos e boa semana.

    ResponderExcluir
  6. Olá Chica,
    Que lindo esse bloger!
    Que saudade da minha meninice,quando eu achava graça nas coisas mais simples.
    Beijos minha flor.

    ResponderExcluir
  7. Chica,poesia linda,deliciosa e divertida! Adoro às poesias da Soninha! Bjs
    Amara

    ResponderExcluir
  8. Que graça essa poesia da Soninha!Eu sou fã das poesias dela!bjs,

    ResponderExcluir
  9. Só quem curtiu isso, na infância, sabe o gosto que ele tem.
    Eu morava numa pequena cidade do interior baiano e o "piriluteiro", como a gente o chamava, passava em nossa rua aos domingos, exatamente às 15h00,chacoalhando o seu sino, anunciando à garotada que ele estava à porta. Toda a criançada saia à rua e ficava a sua volta disputando os melhores sabores como foi detalhado no lindo poema. Saudades.
    Abração.

    ResponderExcluir
  10. Que lindo,quando era criança eu corria como louca atrás do vendedor de doces,eu sou uma formigona de longa data,agora não corro mais atrás do carrinho de doces,porque me dá vergonha.rs,rs,rs.
    Amei a poesia-cantiga.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Que saudade da minha infância!
    Declamar poesias na escola!...
    ♪♫ Boa semana!
    ღ° Beijinhos do Brasil ღ
    ¸.•°♡♡⊱彡

    ResponderExcluir
  12. chica, que coisinha mais linda essa poesia da soninha. Que talento!
    Adorei o nome do vendedor de pirulitos, kkk!
    Um abração

    ResponderExcluir
  13. Linda poesia da Soninha!
    Adoro pirulitos!!!
    Bjs do Neno

    ResponderExcluir
  14. Já chegou o vendedor
    De pirulitos
    Por causa do calor
    Vão ficar nos frigoríficos.

    Para quando apetecer
    E o calor apertar
    A gente vai a correr
    Um pirulito pegar.

    Tem de laranja e goiaba
    Não tem de limão
    Contente a garotada
    De pirulito na mão.

    Todos numa risada
    A saborear o pirulito
    Cada um para sua casa
    Terminou o reboliço.

    Boa segunda-feira e um abraço para você amiga Chica.
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  15. Oi menina!! obrigada pelo carinho...
    ando meio devagar mas a fé inabalável!! bjs

    ResponderExcluir
  16. Ah! eu já chupei muito desses pirulito qd criança, minha mãe mesmo fazia ela chamava de puxa puxa, tmb tinha um homem q vendia. Doces recordações, parabéns pela poesia muito linda. bjssss

    ResponderExcluir
  17. Linda poesia, ficou uma doçura!

    Parabéns a autora e a Chica pela postagem.

    Bom fim de semana!

    There Válio

    ResponderExcluir

♥ ♥ ♥ Fico feliz de te ver aqui, falando comigo!beijos,chica ♥ ♥ ♥