♥ Béeeee,a fujona! ♥
,




Béeeeeeee,Béeeeeeee...
Onde está minha mamãe?
Bée,Bée...
Onde é que fui parar?

Como faço agora ?
Minha família preciso achar!
Não ouvi os conselhos, dei o fora
e o caminho, não consigo achar!

De longe, ouve...
BÉEEEEEEEEH,BÉEEEH
Que triste voz da mamãe escuto 
e sei bem como ela é!

Vou ficar aqui quietinha
 esperando, e muito bem bem 
sonhando com a lambidinha
 da mamãe, que logo vem!

Sei que um pouco brava
 ela comigo há de estar.
mas quando me olhar bem vivinha
só a alegria vai restar!


chica




19 comentários:

  1. Oi Chica
    Lindinha poesia para crianças.
    Adorei
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  2. Nada como a lambidinha de uma mãe!!! Ela é milagrosa!Amei! Beijão!

    ResponderExcluir
  3. Ai ai ai que danadinha
    Mas se esta bem vivinha e salvinha
    Muitas palminhas \o/

    ResponderExcluir
  4. Béeeeee, a fujona!
    É uma cabrinha
    Não dá comida sua dona
    Coitada está magrinha.

    A cabrinha não tem leite
    Para comer não tem ração
    Coitadinha é um deleite
    A fujona tem razão

    Tenha dó sua dona
    Não deixe o bichinho sem comer
    Coitadinha da fujona
    Tão fininha já não sabe o que fazer.

    Assim acaba por morrer
    A família sem leite ficar
    Sua dona venha ver
    A fujona triste a olhar!

    Boa segunda-feira e um abraço
    para você, amiga Chica.
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  5. Depois disso, a Béeeee nunca mais vai fugir!
    Adorei!!
    Bjs do Neno

    ResponderExcluir
  6. Que fofaa!
    LInda poesia e mensagem para a criançada.
    Agora dona Bée vai aprender a nãos e desgrudar tanto da mãe.
    abração com calor e carinho

    ResponderExcluir
  7. Bom dia Chica,

    Béee aprendeu uma grande lição, nunca mais sairá sozinha, pois pode acabar sozinha!!!

    Uma ótima semana para você, beijos!!

    ResponderExcluir
  8. Um mimo essa ovelhinha a condizer com o poema, rrss

    Uma semana feliz, linda

    ResponderExcluir
  9. Que ternura de poeminha! Amo ovelhinhas!
    Beijos
    Lita

    ResponderExcluir
  10. Você é D ++++++,Chica

    Amo vir aqui porque me vejo criança outra vez.

    Uma fofura sua postagem.

    Um bom dia.
    Bjs.

    ResponderExcluir

  11. Uma doçura.

    Lembrou-me um texto antigo que eu tinha falando de uma cabrinha que foi beber a uma fonte, perdendo-se do. É claro que o pastor não deixou que ela ficasse sozinha no monte à mercê dos lobos e acabou por encontrá-la. :)


    Um beijo

    ResponderExcluir
  12. Saudades daqui.

    Ah, chica! Que fofinha a Béeee fujona... (rs)Amei!

    Um grande beijo.
    Meu carinho de sempre por esse espaço aqui.

    Até mais!!

    ResponderExcluir
  13. KKK...Que danada essa ovelhinha!Ficou linda a poesia,Chica!bjs e boa semana!

    ResponderExcluir
  14. Que fofa a poesia, Chica! Eu sou fã de ovelhas por causa da metáfora usada por Jesus Cristo. Somos mesmo muito parecidos com uma ovelha arrependida de suas artes, não é?
    Linda semana!

    ResponderExcluir
  15. chica, que graça de postagem. A malandrinha sabe do segredo das lambidinhas, não é?!
    Um abração
    Manoel

    ResponderExcluir
  16. Alegria é estar aqui Srta! Ando um pouco sem tempo Darling, mas sempre estou pensando nos meus amigos de blog! abração

    ResponderExcluir
  17. Chica,adorei a poesia!Que ovelhinha danadinha!
    Ovelhinhas são lindas.
    Com carinho
    Pedro

    ResponderExcluir
  18. Bem assim,né,mamãe fica brava,mas perdoa,conforta e abraça.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  19. Tadinha da ovelhinha e da mamã. Que susto! Felizmente nunca me aconteceu. Mas com "cria" é sempre uma lotaria, é só uma distração de segundos para algo acontecer.

    Valeu pelo aviso.
    Beijinho
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderExcluir

♥ ♥ ♥ Fico feliz de te ver aqui, falando comigo!beijos,chica ♥ ♥ ♥