♥ MINHA PEQUENA BASSÉ ♥


GIL DE OLIVE

Com esse olhar de tanta ternura,
acabei de dar nome a essa fofura,
para a minha cadelinha Bassé.
Comprida, andar tão elegante,
que tem o porte de uma gigante,
seus passos parecem dança de balé.

Olhando me com tanto carinho,
Cheira me, com o pequeno focinho,
esbanja elegância,e por mim amor.
Cofap,salsicha, apelidos assume,
mas nunca pediu me um perfume,
mas sei que adora o meu calor.

Mãozinha belamente desenhada
belas orelhas, um olhar de fada,
dedico lhe muito amor e todo zelo.
Tenho tempo, para brincar com ela,
levo para passear a amiga amarela,
que no corpinho, tem pouco pelo.

Coisa linda, essa cadelinha Bassé,
ganhei de uma amiga de Taubaté,
veio comigo numa tarde de verão.
No inverno, sofre na serra gelada,
por que tem a barriguinha pelada,
vive comigo, em Campos do Jordão.

GIL DE OLIVE

11 comentários:

  1. Chiquinha querida bom dia....que coisa bonita essa fofura ai eu amei...hj tem Blogagem la no meu cantinho e fala sobre animas de estimação eu tbém tenho um desse e adoro meu estressadinho rsrsrsr
    Bjuss fica com Deus
    Rita!!!!

    ResponderExcluir
  2. São extremamente doceis e carinhosas! Abração

    ResponderExcluir
  3. Que lindo poema e que linda que é a tua cadelinha. Adorei o poema que lhe dedicaste. Eu também tenho um cachorrinho bem lindo,o qual eu adoro imenso!! http://mafaldinhaarte.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  4. Chica! É linda mesmo essa cadelinha! Beijo!

    ResponderExcluir
  5. Oi Chica,

    Que linda forma de descrever tão ela cadelinha, ficou lindo!

    Beijão e um ótimo dia!!

    ResponderExcluir
  6. Com olhar de ternura
    Deu o nome a Bassé
    Há mais miséria do que fartura
    Não devemos perder esperança, nem a fé

    Na rua da amargura
    Em alvoroço, havia banzé
    Quem nada faz tem fartura
    Com fome não dança balé.

    Há no mundo tanta travessura
    Maldade à maldade se junta
    Pobreza vive na rua escura
    Onde a ternura é estranheza.

    Mas a Bassé, cadelinha
    Culpa disso ela não tem
    Tem direito coitadinha
    De encher a barriga também.

    Não é culpada de nada
    Não faz mal a ninguém
    Está sendo bem alimentada
    Muita sorte ela tem!

    Boa tarde e um beijo para você,
    amiga Chica,
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  7. Que fofa essa cachorrinha!Acho tão linda essa raça!Muito linda poesia do Gil,que tb admiro.bjs,

    ResponderExcluir
  8. Que olhar tão doce e carinhoso.
    Linda e meiga.
    Parabéns.
    Beijinho

    ResponderExcluir
  9. QUE FOFURA! PARECE GOSTAR DE TRAVESSURA.BEIJOS DE LUZ

    ResponderExcluir
  10. Chiquinha, tudo bem com vocês?
    hoje mesmo eu comentava com meu marido, o Pedro, que tu conheceu, que a Chiquinha vai aparecer no meu blog assim que eu postar, porque ela é uma menina de fé! :) Falei para ele! E não deu outra!
    Tenho sempre muito e muito a te agradecer pela fidelidade e companhia ao meu trabalho!

    Quanto ao Bassé, coisa fofinha! Gosto de ler, depois voltar a este espaço e mostrar a filhota, que ainda está aprendendo a ler, mas a ajudo.

    Grande beijo e ótimos dias!

    ResponderExcluir
  11. Lindo!!!
    Sou sua fã Amiga

    Beijos
    Andrea

    ResponderExcluir

♥ ♥ ♥ Fico feliz de te ver aqui, falando comigo!beijos,chica ♥ ♥ ♥