♥Penas no ar... ♥



IMAGEM DO GOOGLE.

Tunin

O vento chega soprando,
Levantando a poeira do chão.
Penas soltas ficam levitando,
Crianças atentas, logo em ação.


São penas colorindo o ar,
Voando como pássaro em revoada.
Não se detenha o meigo olhar,
Daquelas peninhas em retirada.


A criançada corre para a dança,
Tentando as penas pegar.
O gordinho do Zé sacode a pança,
Sem força para alcançar.

É um corre-corre geral,
Para ver quem pega mais pena,
No meio do redemoinho desleal,
Gostoso é participar daquela cena!

De repente o vento parado,
As penas começam cair,
A garotada decepcionada,
Desejando vê-las subir.

Mas não se fazem de rogado,
Coloca-as na ponta dos dedos, com avidez,
E com sopro forte e arrojado,
Fá-las subir outra vez.

Tunin

Chegou Edumanes:

Penas no ar, voando no vento,
quem escreveu foi o poeta Tunin
porque eu não sei nadar não invento
um poema e versos escritos assim.

Não lhe falta tanta imaginação,
ele muito bem a sabe fabricar
em paz, longe de qualquer confusão
vi no vento penas a voar.

Eu te vou sim louvar,
pelo poema tão bem escrito
bom fim de semana te desejar
Tunin, um abraço, poeta amigo!

11 comentários:

  1. Penas no ar, voando no vento,
    quem escreveu foi o poeta Tunin
    porque eu não sei nadar não invento
    um poema e versos escritos assim.

    Não lhe falta tanta imaginação,
    ele muito bem a sabe fabricar
    em paz, longe de qualquer confusão
    vi no vento penas a voar.

    Eu te vou sim louvar,
    pelo poema tão bem escrito
    bom fim de semana te desejar
    Tunin, um abraço, poeta amigo!

    Para você amiga Chica, tenha também um bom fim de semana, um abração.
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  2. Oi Chica,

    Você está sortuda hoje, pode jogar na mega.
    Linda poesia do Tunin oferecida a você.
    Bom sábado
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  3. Chica,super linda essa poesia do Tunin! Vc escolheu muito bem,adorei reler aqui! bjs,

    ResponderExcluir
  4. Chica, não tenho palavras para agradecer tanto carinho. Você é, realmente, um ser humano que merece todo o nosso respeito porque você é GENTE.
    Obrigado, também, aos amigos que com suas bondades, acolhem-me com muita atenção em seus comentários.
    Deus os abençoe!
    Abração.

    ResponderExcluir
  5. Meu Deus! Isso me lembra uma guerra de travesseiros... claro, nos bons tempos em que os travesseiros eram recheados de penas de ganso! Eu quase não apanhei, mas uma das surras que levei foi por ter estourado um travesseiro e me diverti com as penas ao ar! rs...rs...rs... Bjks Tetê

    ResponderExcluir
  6. Bravos, li lá no Tunin e reler aqui é uma delícia, o Tunin escreve muito bem e nos traz deliciosas lembranças da infância, beijos aos dois, Luconi

    ResponderExcluir
  7. Chica: Mais um lindo poema adorei. bom domingo com tudo de bom.
    Beijos
    Santa Cruz

    ResponderExcluir
  8. Muito legal e percebe-se que com qualquer coisa as crianças podem brincar sem ser preciso comprar brinquedos caros. bjs

    ResponderExcluir
  9. Todos nós guardamos na lembrança
    um momento bom com um amigo.
    Na memória as lembranças daqueles
    que souberam nos conquistar.
    Não se trocam as amizades, conservam-se os amigos
    para compartilhar as alegrias e possível tristezas .
    Meu carinho e agradecimento .
    uma abençoada semana beijos no coração.
    Carinhosamente..Evanir..

    ResponderExcluir
  10. Quantas brincadeiras deliciosas em rimas, penas e outras levezas... Grandes poetas entram no Sementinhas! Dá leveza também de ler!

    Beijos a todos! Beijos Chica!

    ResponderExcluir

♥ ♥ ♥ Fico feliz de te ver aqui, falando comigo!beijos,chica ♥ ♥ ♥