♥ O misterioso barulhinho ♥



Kunti/Elza Ghetti Zerbatto

Eu estava passando pelo meu pequenino jardim.
De repente ouvi um barulhinho, muito suave e fininho:
- Tic, tic, tic...
Olhei para cima, para baixo, dos lados e cadê?
- De onde vem você?
Nada.
De repente meu levado gato, vem brincar comigo e segurando minha perna direita e me dá uma mordida no tornozelo.
- Ah, moleque sapeca! - disse brava e corri atrás dele.
Mesmo distraída com esse levado da breca, o barulhinho continuou:
- Tic, tic, tic..
Pensei:
- Estou ficando louca?
De repente pelas plantas, olhei e para minha surpresa, era ela:
- "A lagartinha"
Mastigava faminta, a folha gigante de minha Biri amarela.
- Cadê a máquina? - pensei
- Corri até a sala e fui pegar para fotografar.
-Droga. Memória cheia.
Tentei de novo e agora bateria vazia.
- Que droga! - pensei
- Quero registrar esse momento inusitado.
Lá vou eu, pegar as pilhas e para meu desgosto estão realmente vazias.
-Tic, tic, tic - continua a lagartinha
Pego outras pilhas, mas cadê você lagartinha?
Olhei, olhei, até que achei.
- Ah! pensei
- Finalmente te encontrei!
- Agora está registrada a sua aventura e seu "tic, tic,tic".
Hoje essa pequena devoradora do meu humilde jardim, alimenta-se, para um dia virar uma linda borboleta, e trazer mais beleza e cor ao nosso planeta.


Kunti/Elza Ghetti Zerbatto

14 comentários:

  1. Um registro fantástico! Só a Elza para descrever com tanta poesia o momento de alimentação da faminta lagartinha. parabéns!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Chica. O tic tic da lagarta virou música linda nessa poesia! Beijo! Renata

    ResponderExcluir
  3. Ah,mas que fofa essa historinha da Kunti! Não fui em seu blog ainda,vou lá ver! Bjs,

    ResponderExcluir
  4. Misterioso barulhinho!
    o que estaria acontecendo
    era o endiabrado gatinho
    lá no jardim correndo.

    Deu uma mordida,
    no seu tornozelo
    tic, tic, tic, a lagartinha
    se calhar ficou medo?

    Linda história sim,
    aqui muito bem contada
    com imaginação sem fim
    nas palavras rimadas!

    Um abraço para você amiga Chica.
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  5. Misterioso barulhinho!
    o que estaria acontecendo
    era o endiabrado gatinho
    lá no jardim correndo.

    Deu uma mordida,
    no seu tornozelo
    tic, tic, tic, a lagartinha
    se calhar ficou medo?

    Linda história sim,
    aqui muito bem contada
    com imaginação sem fim
    nas palavras rimadas!

    Um abraço para você amiga Chica.
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  6. A força da metamorfose faz com que a lagarta destrua impiedosamente o seu jardim.É a lei da vida, rsrs!
    Ficou muito bom e o seu click, fez-nos ouvir o tic-tic-tic dela.
    Abração.

    ResponderExcluir
  7. Ai! Chica,Tenho medo dessa lagartinha, mas quando faz a metamorfose é lindo momento!
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  8. Kunti, que momento lindo!
    Beijinhos Pedrinho

    ResponderExcluir
  9. Ahh Chica, que bom que você sempre registra essas maravilhas da natureza, a gente agradece!
    Beijos e lindo dia!

    ResponderExcluir
  10. Que sorte conseguir registar essa pequena maravilha da natureza. Faminta, né?
    Dentro em breve volteará pelos céus.
    Beijinho, um doce fim-de-semana
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderExcluir

♥ ♥ ♥ Fico feliz de te ver aqui, falando comigo!beijos,chica ♥ ♥ ♥